La nueva ISO de Facility Management

La semana pasada participé en Kuala Lumpur, en el Comité Técnico internacional TC267 que es el responsable del grupo de normas de FM. No ha sido la única reunión, ya que llevamos varios años trabajando en la redacción, pero sí es la que presumiblemente precederá a la publicación de la norma 41001, primera norma certificable. Ya salieron en Abril las normas 41011 y 41012, y en Julio el informe técnico 41013, pero esta es muy diferente.

Estoy convencido que va a marcar un antes y un después sobre cómo se entiende el concepto y el alcance del Facility Management a nivel internacional. Yo lo veo parecido a lo que la ISO 9000 fue para el concepto de calidad hace unos años.

A título informativo comentar que a las normas se les van asociando unos códigos que representan en sus dos primeras cifras el estado y las dos siguientes el sub-estado. Las que ya están publicadas tienen el 60.60, que corresponde a “publicación” y “tarea completada”. La  41001 tiene el 40.60 que representa “consulta” y “tarea completada”. Ahora se pasará a la aprobación (50) y en marzo o abril de 2018 se publicará, pasando a ser entonces 60.60.

Aunque ya se tienen 20 votos favorables de los países participantes, era necesario dar respuesta a todos y cada uno de los más de 350 comentarios recibidos de los distintos organismos normalizadores y otros TCs sobre el borrador de la norma 41001, y esa fue una de las principales tareas en las que estuvimos embarcados en Malasia, aparte de en otros dos grupos de apoyo.

El camino ha sido largo y ha pasado por varias etapas clave, primero que ISO aceptara hacer unas normas de FM, que por cierto se empezaron llamando 18480, que después aceptara que una fuera MSS (Management System Standard) o certificable, que fue cuando se pasaron a llamar 41000, y por último, que además fueran de alto nivel o HLS (High Level Structure), lo que las equipara a las 9000, 14000, 18000 ó 55000 por ejemplo.

Empecé en 2003 con las normas Europeas, y todos estos años de dedicación, los viajes, las eternas reuniones y largas horas extra de trabajo, han servido para contribuir a que el resultado exponga de forma clara lo que es y lo que no es un modelo de FM. Como consultor es una gran satisfacción y será una gran herramienta para poder evaluar lo que realmente tienen las empresas, y que muchas veces no son modelos de FM, aunque así se los hayan vendido. No se puede hablar de FM y trabajar con modelos de hace 20 años, como no se puede decir que trabajas en innovación pero que usas el FAX en vez de internet. Y no es que no se pueda trabajar usando el FAX, simplemente que no es óptimo, hay mucha gente con la que ya no podrás comunicarte y desde luego que no se puede llamar innovación. El Facility Management aporta muchos beneficios a las empresas, tanto clientes como proveedores, pero también requiere de un cambio de mentalidad sin el cual no se puede aplicar correctamente.

También la norma va a ser importante para consolidar de alguna forma los programas de formación. Llevamos muchos años capacitando a profesionales del sector, esforzándonos en compartir lo que es el FM, pero seguimos viendo cómo se mandan mensajes sesgados o condicionados de lo que representa la disciplina. El Facility Management es lo que es, y luego cada empresa debe decidir lo que quiere y cómo lo quiere. Lo que no se puede es intentar vender que el FM es sólo lo que algunos ven o quieren enseñar, asociado muchas veces a un producto. Las nuevas normas van a ayudar a filtrar aquellos programas que no hablan realmente de FM, y a poder ser más crítico a la hora de dar validez a una oferta de formación.

En definitiva, que las normas van a dar alas a una disciplina que realmente lo necesita, porque como todo lo que está de moda, sufre un intrusismo importante, que deriva a veces en una insatisfacción que no es buena para el sector.

Espero poder compartir pronto que ya se ha publicado la 41001.

Para estar al día de nuestras publicaciones, síguenos en las redes sociales:

twitter linkedin

Autor: David Martinez, PhD. Consultor estratégico, formador, investigador y conferenciante internacional. Reconocido experto en Facility y Asset Management. Especializado en modelos multiculturales de gestión de inmuebles y en productividad aplicada a los entornos de trabajo.

compartilhe em suas redes sociais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deseja mais informações sobre o que fazemos em Consultoria, Formação e Investigação en Facility Management?

Hola, ¿cómo
podemos ayudarte?

Rellena el siguiente formulario y te enviaremos el reglamento interno y código ético:

Olá, como
podemos ajudá-lo?

Participar do Observatório FM

Preencha o seguinte formulário e lhe enviaremos o regulamento interno e o código de ética:

Como participar?

Colaborar com o Observatório FM é uma decisão pessoal e voluntária, e não há vínculo contratual ou compensação financeira por isso.

Qualquer interessado pode solicitar a participação como líder de um novo projeto, ou se candidatar como colaborador a um já existente.

Uma comissão técnica avaliará o objeto dos projetos propostos e as solicitações dos participantes, decidindo quais serão realizados e por quem.

Cada pessoa decide quanto quer dedicar, dependendo da disponibilidade ou do tipo de projeto. O objetivo é que seja uma atividade altruística e não uma carga de trabalho adicional.

Em que consiste?

Na promoção e publicação de estudos que ajudem os profissionais do sector e para que os restantes compreendam a nossa profissão e disciplina.

Os resultados e outputs são compartilhados de forma aberta, sempre reconhecendo as contribuições de todos os seus autores e colaboradores.

A atividade do Observatório respeita a objetividade, a ética, o rigor e as boas práticas que regem a nossa área de Investigação.

Os colaboradores têm acesso às melhores ferramentas colaborativas, informações setoriais e contatos, além de contar com o auxílio de consultores especializados e investigadores de nível internacional.

Investigação

Observatorio FM

É uma plataforma que potencia o desenvolvimento e a difusão de conteúdo ligado ao Facility Management, aberta a todos os que desejem participar com o objetivo de partilhar pela comunidade. Nesse sentido, os pontos chave são uma participação ética, objetiva e desvinculada de outros interesses. Adicionalmente, cada participante define quanto tempo pode dedicar.

Pode participar como:

  • Líder: define u tema e coordena a atividade
  • Colaborador: participa no desenvolvimento dos conteúdos

Em troca, proporcionamos:

  • O estado da arte e as tendências relacionadas com cada tema
  • Acesso a especialistas
  • Ferramentas de colaboração
  • Design e uma plataforma de difusão para os conteúdos que sejam criados

A sua colaboração será sempre mencionada nos créditos dos trabalhos realizados em que tenha aportado a sua contribuição.

Investigação

Projetos

Fazemos parte do grupo de pesquisa europeu e trabalhamos em equipas internacionais para o desenvolvimento de diferentes tipos de iniciativas:

  • Financiamento público
  • Competições internacionais

Também trabalhamos para prestadores de serviços, que desejam suporte em decisões relacionadas a:

  • Posicionamento
  • Lançamento de produtos
  • Procura de sócios
Investigação

Normalização

Como especialistas credenciados nos processos de redação das normas europeias e internacionais de Asset e Facility Manangement, somos o parceiro perfeito para o ajudar com:

  • Alinhamento com os regulamentos
  • Assistência na certificação
  • Formação especializada

A FMHOUSE é a única empresa de consultoria de língua espanhola que participa destes processos

Investigação

Divulgação

Na FMHOUSE, pensamos que a evolução que está em Facility Management deve ser partilhado. É por isso que dedicamos um esforço para produzir e publicar os seguintes tipos de conteúdo abertamente:

  • Tendências nacionais e internacionais
  • Análises setoriais
  • Estudos de mercado

O Observatório FM” está aberto caso queira colaborar em qualquer publicação.

Consultoria

Ambiente de Trabalho

A visão dos espaços ou local de trabalho na perspectiva do Facility Management serve para entender essa necessidade como serviço, pois é necessário aplicar a mesma lógica e metodologia.

Em geral, oferecem:

  • Avaliação e otimização
  • Estratégias de design
  • Soluções e cenários
  • Bem-estar e produtividade

Aplicamos a nossa experiência em escritórios, mas também em espaços educacionais, centros comerciais e no ambiente industrial.

Consultoria

Benchmarking

Para tomar as melhores decisões, deve trabalhar com dados claros e precisos, tanto do mercado quanto da própria organização. Isso no ambiente do Facility Management é ainda mais crítico devido ao impacto que causa nos negócios.

Exemplos de tipos comparativos:

  • Custos de operação
  • Uso/alocação de recursos
  • Auditoria e avaliação de conformidade

Esses serviços são solicitados principalmente pelos usuários finais, mas também pelos fornecedores de serviços.

Consultoria

Experiência de Cliente

Tudo o que é feito em Facility Management visa satisfazer algum tipo de cliente, interno ou externo. Compreender o que eles sentem e precisam é a chave para poder oferecer um bom serviço a eles.

O nosso suporte é baseado em:

  • Avaliação de satisfação
  • Percepção do cliente
  • Modelos centrados nas pessoas
  • Gestão de mudança

Trabalhamos para entender e conhecer os clientes dos nossos clientes, de qualquer setor e tipo de negócio.

Consultoria

Transformação Digital

O mundo do Facility Management está a passar por uma profunda transição para ambientes digitais. Ajudamos os nossos clientes a entender o que isso significa e acompanhamo-los na mudança.

As nossas áreas de suporte são:

  • Digitalização de processos
  • Viabilidade e integração
  • Cultura digital
  • Resposta tecnológica

Atuamos como consultores independentes e não como vendedores de marca.

Aconselhamos os clientes finais e também os prestadores de serviços.

Consultoria

Modelos de Serviços

Qualquer tipo de empresa precisa definir ou melhorar a maneira como estrutura as atividades de suporte fornecidas pela Facility Management.

Os nossos principais produtos são:

  • Diagnóstico de estado
  • Dimensionamento de serviços
  • Grupos e modelos
  • Suporte em licitações
  • Assistência na implantação

A proposta está estruturada para medir de acordo com necessidades específicas.

Ajudamos os clientes finais e também os prestadores de serviços.

No FMHOUSE, são utilizados cookies propostos e alterados para melhorar os serviços mais recentes. Se você continuar navegando, considere que aceita novos recursos términos de uso y nuestra política de privacidade e de cookies